Atenção. Seu browser não suporta JavaScript!
Acompanhe ao Vivo
Boletins Web Mail Intranet

Notícias

19/11/2019 - 16:49:00

Orçamento de Londrina para 2020 recebe sugestões da população

email
1
Onze questionamentos e sugestões de emenda ao projeto da Lei Orçamentária de Londrina para 2020 (PL nº 145/2019) foram protocolados na Câmara Municipal, por munícipes e entidades da sociedade civil, após audiência pública realizada no dia 11 de novembro para debater a matéria. Entre as solicitações estão mais recursos para a Secretaria Municipal de Agricultura, a destinação de parte do valor economizado pela Câmara para a área da saúde, recursos para medidas de proteção aos animais e aporte financeiro para o Fundo de Previdência dos servidores municipais. As sugestões foram anexadas à tramitação do PL nº 145/2019 e poderão ser transformadas em emendas ao Orçamento, a critério dos vereadores da Comissão de Finanças e Orçamento. O prazo para apresentação de emendas prossegue até o próximo dia 29.  

 

De acordo com o presidente da Comissão de Finanças, vereador Jamil Janene (PP), o grupo, que é composto também por Emanoel Gomes (REPUB) e Guilherme Belinati (PP), aguarda a análise da viabilidade técnica das propostas pela Controladoria da Câmara e depois vai discutir a possibilidade apresentar emendas. "Precisamos que as sugestões da população sejam avaliadas primeiro pelos nossos técnicos. Eles vão informar se é possível atender a população ou se não está (a sugestão) prevista no próprio Orçamento", explicou o Jamil Janene lembrando que as alterações no Orçamento apresentado pelo Executivo devem levar em consideração que é preciso indicar também a fonte de recursos. "Para fazer uma ação nova, tem que anular outra ou reduzir recurso de algum lugar, de outra secretaria", alertou. O vereador informou ainda que os questionamentos sobre a proposta orçamentária serão encaminhados ao Executivo e, posteriormente, as respostas enviadas aos munícipes.

 

Estradas rurais – As manifestações apresentadas pela população requerem a ampliação dos repasses para a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento. Autor de uma das propostas, o produtor rural Brigílio Marcos considera que a pasta deveria ser contemplada com ao menos 1% das receitas totais do município, uma vez que Londrina apresenta cerca de 800 quilômetros de estradas rurais, com 500 deles em estado precário. Membro do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), Alfeu Vander de Bessa protocolou duas sugestões: a primeira para que o orçamento da Secretaria de Agricultura seja ampliado por meio do repasse à pasta de 100% do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), a segunda para que a secretaria também receba, adicionalmente, 3% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

 

O Conselho Municipal de Saúde de Londrina também protocolou um pedido de emenda, para que a Prefeitura aumente o valor destinado à área da saúde a partir de um montante de R$ 12 milhões oriundo de economias feitas pela Câmara no orçamento do Legislativo. De acordo com o conselho, o valor poderia ser utilizado para a contratação de profissionais da atenção básica e do controle de endemias, assim como ser aplicado em infraestrutura e veículos das vigilâncias em saúde.

 

Já a Associação dos Moradores do Vale dos Tucanos solicita a readequação das galerias de águas pluviais da Rua dos Funcionários e a adequação das praças dos jardins Mediterrâneo e Tucanos. Para a organização da sociedade civil de interesse público (Oscip) SOS Vida Animal é preciso que o Município invista mais em proteção animal. A entidade requer que o Orçamento destine recursos para uma série de medidas, como construção do Centro de Bem-Estar Animal e contratação de empresa terceirizada para resgate de animais de grande porte.

 

Aposentadorias – Autora de uma das manifestações ao PL nº 145/2019, a Associação dos Servidores da Câmara Municipal de Londrina (ASCML) requer que o Orçamento de 2020 seja emendado para fazer constar a previsão de aporte financeiro do Executivo ao Fundo Previdenciário da Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina (Caapsml). A ASCML solicita ainda que o aporte seja incluído no PL do Executivo nº 144/2019, que também tramita na Câmara e pelo qual a Prefeitura pretende alterar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para excluir a previsão de repasse à previdência municipal.

 

Segundo a associação, o próprio superintendente da Caapsml, Marco Antonio Bacarin, já reconheceu, em entrevista concedida a veículos de comunicação da cidade, que a elevação da alíquota de contribuição previdenciária é uma alternativa de curto prazo para reequilibrar as contas da instituição, e apenas daria uma sobrevida de cinco anos ao Fundo Previdenciário. O aumento está previsto no PL do Executivo nº 206/2018 em tramitação na Câmara, que eleva de 11% para 14% a taxa descontada do servidor e de 17% para 22% a alíquota patronal.

 

Acesse nos links abaixo todas as sugestões anexadas à tramitação do PL nº 145/2019:

 

https://www.cml.pr.gov.br/tramitaproj/PL001452019_161556PL14420191452019.pdf

 

https://www.cml.pr.gov.br/tramitaproj/PL001452019_17274917191Anexo_III-Propostas.pdf

 

CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA ASCOM JORNALISMO Fones (43) 3374-1326 e 3374-1327 Redação Marcela Campos MTB 6229PR Fotografia DP Torrecillas Fotojornalismo

 


Galeria de Imagens

Enviar Notícia

Brasão da Câmara Municipal de Londrina
CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA
Rua Gov. Parigot de Souza, 145
Caiçaras Londrina / PR - 86015-903
PABX
(43) 3374-1300